quinta-feira, 17 de setembro de 2015

As vezes me convenço de que as pessoas são o que são.
Outra hora me convenço de que elas podem mudar.
Outro momento de uma das duas tenho certeza,
Mas isso não se encaixa em todo mundo,
Não cabe em qualquer pessoa.

Palavras muitas vezes são ditas da boca pra fora.
Algumas promessas são feitas apenas para apaziguar o momento.

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

domingo, 16 de agosto de 2015

Inspirada

Escrevo as necessidades do meu coração,
Os gritos da minha alma,
A liberdade do meu corpo,
Os frutos da minha imaginação.

Silenciar

Me perco no escuro e no silencio,
Me perco no espaço vago,
Me atraso no tempo.
Sinto uma necessidade,
Algo grita alto no fundo...

As vezes é melhor ficar calada e deixar o interior se acalmar,
Descobrir na própria companhia um motivo para ficar só.
E silenciar os pensamentos.
Se desligar desse mundo.

Afoga

Escrever é...
Tentar respirar de baixo d'água.
A gente tenta, mas acaba sufocando.
É como...
Se as palavras estivessem todas prontas, lá no fundo.
E na hora de soltá-las...
Elas dão um nó na garganta.
Aí é hora de largar o lápis e voltar para a superfície para respirar e pensar.
Mas as vezes a gente se afoga.

sábado, 18 de julho de 2015

Verdadeiro

Por sermos verdadeiros jugam-nos "falso santo". Porem, se escondem atrás de mascaras. E não compreende que buscamos autenticidade.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Me Apaixonei

Por alguns dia te vi,
Pouco te conheci,
Com alguns comprimentos,
Eu logo me apaixonei.
Meu erro!
Eu não podia tal coisa.
Mas logo meus sonhos você habitou.
Cada vez que você se aproximava
Minhas pernas tremiam.
Eu adorava!
E com medo que percebessem...
Eu disfarçava.
Você se distanciava,
Torcia para que você voltasse.
Te procurava pelos cantos,
Torcia para que me notasse.
Para mim bastava o que eu sentia,
Pois sabia que nada você sentia.
Nem me via, nem me notava.
Você foi e é como sempre sonhei.
É só uma pena
Que eu nunca terei você pra mim.
Meu erro!
Errei em me apaixonar.
Errei em te querer.
Agora não posso mais te vê,
E tenho que matar esse amor em mim.